quarta-feira, dezembro 31, 2008

Feliz 2009.

O ano-novo vai iniciar com muita neve e muita festa na Times Square, o reveillon mais famoso do mundo. Um abraço a todos, em 2009 o blog está de volta!

quarta-feira, dezembro 24, 2008

Especial de Natal - parte II

Aí vai o resto das fotos que eu não tinha colocado na última sexta.
Ah, e um Feliz Natal a todos!





terça-feira, dezembro 23, 2008

Placa da terça

Ontem o Junior me perguntou se é verdade que muitas pessoas andam de Bicicleta aqui em Nova Iorque, o que me deu a idéia para a foto de hoje. Não é beeeem uma placa, mas serve pra ilustrar. Mostra um estacionamento de bikes e um mapa de NY com as ruas que têm faixa exclusiva para ciclistas.

Nas épocas mais quentes do ano se vê muitas bicicletas nas ruas, quase todo poste tem uma amarrada com um cadeado. É um meio de transporte barato e ecológico.

domingo, dezembro 21, 2008

Happy Hanukkah

Duvido que exista outra cidade no mundo que incorpore tanto o "espírito de Natal" quanto Nova Iorque. Definitivamente, é uma cidade natalina.

Mas todo mundo sabe que em NY também há muito judeu e, pelo que me consta, eles não acreditam muito nesse tal de Jesus; logo, comemorar o nascimento de Cristo não faz muito sentido. Mas... nem tudo está perdido, eles também ganham presente no final do ano! Enquanto nós nos preparamos pro Natal, os judeus comemoram a Hanukkah (ou Chanucá, em Português), uma festividade que dura oito dias, começando hoje. (Não sei dizer direito o que eles comemoram, se quiser vai olhar na Wikipedia)

Unindo o útil ao agradável, como diria minha mãe, a Igreja Batista aqui dos fundos de casa fez hoje um concerto comemorando o Natal e a Hanukkah. Foi bem legal ver que duas culturas podem, sim, conviver em paz. Foram convidados alguns judeus que fizeram a cerimônia do acendimento do candelabro, como manda a tradição. O concerto propriamente dito foi muito bonito, apresentado por Marty Goetz, um pianista e cantor que nasceu judeu e depois de adulto se converteu ao cristianismo. Achei um video dele no YouTube tocando na televisão nacional de Israel (faça de conta que não viu as dancinhas, por favor =).

sexta-feira, dezembro 19, 2008

Sexta em NY

Especial de Natal I, semana que vem tem mais.

Reflexos da crise

Não tem quem fale comigo e não pergunte sobre a crise. Não sei que notícias andam chegando aí no Brasil, mas o mundo ainda não acabou aqui, não. As lojas continuam cheias e com filas nos caixas, os restaurantes estão sempre lotados e ainda vejo turista toda hora tirando fotos na rua. Isso não quer dizer que não haja crise: o país como um todo está entrando em recessão. Agora, se há algo que pode deixar a situação realmente muito feia, isso seria a falência de uma das montadoras. Daí a coisa fica preta.

Há muitos anos que a indústria de automóveis dos EUA se consolidou em três grande empresas: GM e Ford, bem conhecidas no Brasil, e Chrysler. A sociedade americana é baseada no automóvel. De cada 10 trabalhadores daqui, 1 tem emprego ligado ao setor automotivo. A falência de qualquer uma delas teria conseqüências sociais inimagináveis. Duas dizem que não vão nem conseguir acabar 2008.

Das 3 grandes, só a Ford não precisa desesperadamente de dinheiro para sobreviver mais alguns meses. A GM, que até 2007 era a maior fabricante de carros do mundo, publicou uma carta nos principais jornais americanos reconhecendo que desapontou os consumidores nos últimos anos com produtos abaixo da média, que a situação da empresa hoje não está nada boa e justificando por que quer o dinheiro do contribuinte emprestado para se reestruturar.
(Pausa para chorar: quantas vezes você já viu uma empresa no Brasil explicando à população por que gostaria de receber um empréstimo público? No nosso país, o governo dá empréstimos de madrugada para que ninguém descubra. Fim da pausa).

A Chrysler está em uma situação ainda pior do que a GM. Quarta-feira eles paralizaram a produção em todas as 30 fábricas até 19 de janeiro quando, se tudo der certo, se pensará em voltar às atividades. Eles foram além de uma carta, fizeram um vídeo com depoimentos de funcinários e diretores, alguns até com voz embargada, falando da importância que salvar a Chryler tem para a economia americana.

Um pacote de socorro já está sendo preparado pelo governo, embora muitos sejam contra qualquer tipo de auxílio às montadoras: justificam que o dinheiro do contribuinte irá financiar empresas que foram incompetentes ao longo dos anos. Admiro a coragem que estes políticos têm para se manterem firmes em suas posições, mesmo que essas sejam impopulares. No entanto, acho que se nada for feito pelas montadoras, a situação pode piorar tanto que eles nem deveriam pensar duas vezes antes de aprovar o plano de ajuda.

quarta-feira, dezembro 17, 2008

Rocky VII - Trailer

Rocky VII, estrelando Rafael Abreu no papel de Rocky Balboa.

terça-feira, dezembro 16, 2008

Placa da terça

Está nevando em Manhattan desde o meio-dia; agora à noite ainda não tinha parado. O legal é que estou de bermuda e camiseta no meu quarto olhando pela janela a neve cair.
Essa placa aí do lado é colocada em todas as ruas importantes da cidade, que são as rotas que devem ficar desbloqueadas em caso de uma tempestade de neve - quem deixar o carro estacionado em uma dessas ruas tem que pagar uma multinha básica.
Quando neva a noite inteira a prefeitura passa de manhã cedo com máquinas em todas as ruas retirando a neve acumulada e jogando sal no asfalto, para que ela derreta mais rapido.

domingo, dezembro 14, 2008

Drops

Essa semana foi um pouco corrida, por isso não tive tempo pra dar atenção ao blog. As fotos que eu tinha prometido pra terça passada só agora estão online. Só pra resumir o que eu fiz essa semana:
* Joguei Guitar Hero;
* Assisti à comédia Boeing Boeing em um teatro na Broadway. Foi excelente, ainda mais que eu consegui o ticket de graça com um colega do serviço :-)
* Joguei Mass Effect;
* Fui na festa de final de ano do Banco Safra;
* Joguei Guitar Hero;
* Dormi até às 1h no sábado :-p
* Joguei Halo 2;
* Fui em Norwich e reencontrei os amigos lá da Igreja;
* Joguei Guitar Hero;


Bom, por enquanto é isso. Vou tentar manter o blog no ritmo antigo, escrevendo umas 3 vezes por semana. Pra encerrar o post, as fotos da viagem da semana passada, começando pela Philadelphia:



Washington:

terça-feira, dezembro 09, 2008

Placa da terça


Philadelphia:
Nome de origem grega, significa literalmente "cidade do amor fraternal".

(fotos a caminho hoje a noite)

sábado, dezembro 06, 2008

Tararan!

Foi hoje, nevou pela primeira vez! Como eu já tinha dado uma palhinha ontem, esse fim de semana estou viajando com alguns colegas - agora estou em um hostel escrevendo. Chegamos na Philadelphia mais ou menos 4 da tarde e conheci o centro, a escadaria e a estátua do filme Rocky Balboa. Quando começou, mal dava pra notar, mas agora de noite ficou forte e até já rolou até uma guerrinha de neve.

Na segunda as fotos vão aparecer por aqui.

sexta-feira, dezembro 05, 2008

Drops

* Já faz algum tempo que a votação anterior foi encerrada e, pelos resultados, parece que ao menos não odiaram o novo layout: foram poucos os que reprovaram o atual ou que preferiam a versão antiga.

* Fontes oficiais (aka Google) me dizem que tenho leitores em 6 países: Brasil, EUA, Israel, Canadá, Portugal e Peru. Peru?

* Sim, acabei os trabalhos. Sim, estou jogando bastante =)

* Quarta-feira foi feito um show para acender a iluminação de Natal na árvore do Rockefeller Center (essa aí da foto). No palco, Beyoncé, Britney Spears, Tony Bennett e outros artistas menos conhecidos. Eu até queria assistir, mas era tanta gente que foi quase impossível caminhar na rua. Voltei pra casa e vi pela TV.

* Esse fim de semana não vou estar por aqui, vou viajar com alguns colegas do Safra Bank para a Washington e para a Philadelphia. Alugamos um carro pra todo o fim de semana por US$ 85, dividindo entre 4 até que não vai sair muito caro. Fotos a caminho, aguardem.

Sexta em NY

Hoje é dia da Times Square, uma das área mais agitada de NY e que concentra todas aquelas propagandas e luminosos legais - sempre que posso eu gosto de passar por lá. Se há um lugar de Nova Iorque que realmente nunca dorme, esse lugar é a Times Square.

terça-feira, dezembro 02, 2008

Placa da terça

O metrô de Nova Iorque é um dos mais antigos do mundo, só perdendo para Londres, que foi simplesmente quem inventou este meio de transporte. A primeira linha de NY foi inaugurada em 1904, 17 anos antes da minha vó nascer. Nestes mais de 100 anos foram construídas 26 linhas e 468 estações (inclusive eu já comentei que tem uma em cada esquina). São 1.355 quilômetros de trilhos por baixo da cidade, funcionando 24 horas por dia, 7 dias por semana. (Só para uma comparação rápida: São Paulo tem 4 linhas, 55 estações e 61 quilômetros de metrô.)

Embora já tenha sido destruído dezenas de vezes por monstros, vilões, desastres naturais e terroristas em filmes de Hollywood, na "vida real" felizmente nunca aconteceu nada sério. Dizem que se NY fosse abandonada, em 2 dias os túneis do metrô estariam totalmente inundados. Não sei se isso é verdade, mas que existem infiltrações em muitos lugares, isso eu mesmo já vi.

segunda-feira, dezembro 01, 2008

Black, black Friday

A sexta-feira depois do dia de ação de graças marca o início da temporada de compras de fim de ano e é conhecida como "Black Friday". Nesse dia todas as lojas abrem muito cedo - de madrugada mesmo - com promoções imperdíveis. Só pra se ter uma idéia, na quinta às 8 da noite fazia uns 2 graus e já tinha gente formando fila em frente à Best Buy perto de casa.

Pois então, o Walmart é uma das redes que anunciou promoções incríveis e havia muita gente madrugando na porta de uma das lojas em Long Island, uns 30 quilômetros daqui. O problema é que as pessoas - em torno de 2.000 - estavam tão descontroladas que quando o mercado abriu as portas elas simplesmente invadiram e pisoteram um funcionário da loja e mais 3 clientes. Inclusive uma mulher grávida. Uma hora depois, em um hospital próximo, o funcionário estava morto e a grávida tinha perdido o bebê.

Sei que o Walmart tem parte da culpa pela situação, já que é responsável pela segurança dos funcionários e clientes dentro das suas lojas. É muito fácil dizer que a culpa é da companhia; agora eu quero ver se vão atrás das pessoas que realmente cometeram a atrocidade. Não, não é possível isentar da culpa os animais que saem como loucos pisoteando todo mundo! O mercado tem que identificar, através do circuito interno de câmeras, as pessoas diretamente envolvidas e entregá-las para as autoridades.

Em 2008, a Black Friday foi realmente negra. Triste ironia.